Homens que chupam (Só para mulheres)

Homens que chupam estão em falta.

Claro que não tenho como comprovar essa afirmação, mas de tanto ler, ouvir e observar acredito que é isso mesmo: Os verdadeiros amantes do cunilingus compõem uma irmandade silenciosa e discreta, tão aplicada quanto rara.

Afinal é preciso ter devoção pelo corpo da mulher: Se ajoelhar, se curvar, manter uma atitude ao mesmo tempo respeitosa e atrevida, controlar a ansiedade das mãos e, num primeiro momento, deixar-se guiar apenas pelo olfato e sentir com os lábios a delicada textura repleta de umidade e calor.

É preciso paciência. É preciso saber apreciar o gosto de mar e de sonho que emana de cada dobra e que se mostra mais e mais pungente conforme a face avança por entre camadas macias num contato que envolve os lábios, a língua, toda a boca e por fim o nariz e o próprio rosto, fazendo da testa e do queixo extensões dos dedos que dentro em breve também entrarão em ação.

Homens que chupam não se importam em posicionar o pescoço numa curva incomum para testemunhar o espetáculo de um rosto em convulsão, lábios que se abrem e fecham num sorriso ou na intenção de um grito, ouvir meias palavras, suspiros, gemidos e frases desconexas e sem sentido, pois sabem que o espetáculo da entrega é o melhor a que se pode assistir.

Também entendem que o ar pode faltar em alguns momentos e que a pressão das coxas pode dificultar a audição e causar um certo zumbido, sendo que o puxão de cabelo e os arranhões na testa fazem parte desse jogo único, onde o prazer dela é o único objetivo dos movimentos dele.

Definitivamente, não é coisa para narcisistas infantis fascinados por cenas de felatio que pouco disfarçam a falta de respeito e de carinho pelas mulheres. Pois quantas, fora as exceções, sentem algum tipo de prazer quando recebem um jato de esperma no rosto?

Dias atrás li em alguma revista que alguns homens tem “nojinho” do sexo da mulher. Adorei esse diminutivo que expressou com humor não só a fragilidade de boa parte dos machos disponíveis como também reforçou minha crença em que o contato direto com a vagina da mulher, tanto olhando de perto quanto cheirando e chupando, assusta mais do que eles ousam admitir.

Acredito que mulheres bem chupadas são mais felizes e que se dedicar a essa arte de explorar o sexo delas extraindo orgasmos, de preferência múltiplos, é uma enorme prova de amor. Portanto, fica aqui a sugestão de um teste simples:

Ofereça sua vulva, de forma explícita, e veja se ele aceita a prova com humildade, ajoelha entre suas pernas e dá o melhor de si para que você goze.

Caso contrário, porque ficar perdendo tempo?

 

OBS: Usei neste post duas imagens da obra “O êxtase de Santa Teresa“, de Bernini. Não faço ideia de suas intenções ao produzir esta escultura, mas tenho certeza de que ele viu, e mais de uma vez, mulheres gozando muito.

 

Imagem: Bernini, Tumblr

Posts relacionados

  • Declarações de amor O amor nunca sai de moda. As declarações de amor também não. É só passear pelo Tumblr para ver a espantosa quantidade de jovens escrevendo sobre e declarando seu amor. Ou pelo menos reclamando da dor da solidão, que é a outra face da mesma moeda. É verdade que a qualidade dos textos é b...
  • Esculturas: Encontros casuais Durante o segundo semestre de 2005 fiz uma série de trabalhos usando objetos, ferramentas, bonecos, madeira e praticamente qualquer coisa que caía nas minhas mãos. No caso das tábuas de bater carne, como não conseguia peças usadas, comprei várias, de diversos tamanhos, para continuar produ...
  • Curvas, por favor! Certa vez vi uma reportagem sobre uma exposição de arte repleta de volumes geométricos, sólidos retos e pontudos. Uma mulher (provavelmente a curadora) comentava que aquelas retas eram muito... sensuais !!!!! A sensualidade está nas curvas. Ponto. Esse papo cabeça associando sensualidad...
Esta entrada foi publicada em Autoconhecimento e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current ye@r *

Protected by WP Anti Spam